Notícias

11/08/2015

‘Direito Achado no Porto’ retoma atividades debatendo sobre intolerância religiosa

Em novo dia, agora nas terças, às 20h, pela Webrádio Porto do Capim, o Centro de Referência em Direitos Humanos(CRDH) da U12408_463628280374202_1189079850_nniversidade Federal da Paraíba, em parceria com a organização de direitos humanos Dignitatis – Assessoria Técnica Popular, retoma a produção e gravação do programa ‘DIREITO ACHADO NO PORTO’, que tem como proposta promover a participação dinâmica de todos os eixos de atuação que compõem o Centro de Referência. A equipe é formada por estudantes extensionistas e professores-coordenadores, que colaboraram na concepção e na condução deste programa.

“O Centro de Referência em Direitos Humanos através dos seus eixos já tem experiência em formações e oficinas de direitos humanos através da chamada educação jurídica popular. Gostaríamos, portanto, de construir um processo que seja ao mesmo tempo formativo para os membros do CRDH e para os outros participantes da webrádio, mas que principalmente, seja útil para a comunidade”, justifica o coordenador do CRDH, professor Hugo Belarmino.

E na audição desta terça-feira, dia 11 de agosto, o programa vai receber representantes do “Fórum diversidade religiosa” para abordar algumas situações que remetem à diversidade Religiosa, com Saulo Gimenez – Sacerdote Wicca; Tomáz Passamani – Academia de livres pensadores da Paraíba; Doné Veronica Lourenço – Integrante da Rede Nacional Sapatá; Said Hassan Carvalho – Integrante do centro islâmico de João Pessoa,  todos integrantes do Fórum Diversidade Religiosa, para discutir sobre os atos de intolerância religiosa e a criação do comitê estadual de diversidade religiosa.

A apresentação do programa ficará por conta de Rodolfo Marques, roteiro de Ewerton Henrique, e como debatedor Pablo Honorato.

- A estrutura do nosso programa, hoje, será um pouco diferente. Debateremos algumas questões sobre diversidade religiosa e teremos como mediador do debate Pablo Honorato, advogado do CRDH – UFPB, explicou Rodolfo.

hugo

149946_10202931311657251_768886832536826769_n